Oficina de Prática Jurídica I (Expressão Oral e Textual)

Ementa: 

A primeira oficina do curso de graduação tem por objetivo introduzir os alunos recém-ingressos no mundo profissional e na formação prática, explorando dois conjuntos de conhecimentos e habilidades fundamentais. O primeiro tem como objeto a expressão na modalidade escrita em textos de caráter argumentativo. O segundo refere-se à expressão oral para a prática jurídica e tem por objetivo dotar o aluno de posicionamentos adequados às situações profissionais. Os gêneros trabalhados na oficina são aqueles provenientes da esfera jurídica acadêmica e também da profissional, que envolvem situações em que seja exigida a expressão verbal e escrita, como advogado empresarial, formulador de políticas públicas, acadêmico ou integrante do aparato judicial.

OBJETIVOS PEDAGÓGICOS
Competências
(i). Conhecimento dos elementos que envolvem a enunciação dos gêneros ligados à esfera jurídica.
(ii). Compreensão global das estruturas linguísticas e paralinguísticas que envolvem tais gêneros; compreensão do papel do ethos.
(iii). Compreensão de mecanismos para a formação do ethos pessoal.
Habilidades
(iv). Capacidade de identificar os elementos que envolvem a enunciação dos gêneros ligados à esfera jurídica.
(v). Capacidade de identificar e utilizar em situações controladas as estruturas linguísticas e paralinguísticas que envolvem tais gêneros na modalidade oral.
(vi). Capacidade de identificar e utilizar em textos escritos as estruturas linguísticas e paralinguísticas que envolvem tais gêneros na modalidade escrita.
(vii). Capacidade de identificar o ethos em situações enunciativas ligadas à esfera jurídica.
(viii). Capacidade de determinar e escolher mecanismos para a formação do ethos pessoal.

Bibliografia: 

REFERÊNCIAS OBRIGATÓRIAS
BLIKSTEIN, Izidoro. Como falar em público: técnicas de comunicação para apresentações. São Paulo: Ática, 2006.
LOUZADA, Maria Sílvia. et al. O Texto sem mistérios: leitura e escrita na universidade.. São Paulo: Ática, 2009 (Coleção Ática Universidade).
MEDEIROS, João Bosco; TOMASI, Carolina. Português Forense: Língua Portuguesa para Curso de Direito. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

 

REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES
ALVES, Léo da S. A arte da oratória: técnicas de oratória moderna e comunicação eficiente. Brasília: Brasília Jurídica, 2004.
ARISTOTLES. The art of rethoric. Londres: Penguin, 1991. Trad. H. C. Lawson-Tancred
ATIENZA, Manuel. As Razões do Direito: Teorias da Argumentação Jurídica. 2.ed. São Paulo: Landy, 2002.
DAMIÃO, Regina Toledo; HENRIQUES, Antonio. Curso de Português Jurídico. 10.ed. São Paulo: Atlas, 2007.
DIMITRIUS, Jo-Ellan; MAZZARELLA, Mark. Decifrar pessoas: como entender e prever o comportamento humano. 29.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000. Trad. de Sonia Augusto.
DUARTE, Noélio. Você pode falar melhor. São Paulo: Hagnos, 2001.
FÁVERO, Leonor et al. Oralidade e escrita: perspectivas para o ensino de língua materna. São Paulo, Cortez, 1999.
FURINI, Isabel F. A arte de falar em público: a oratória em todos os tempos. 2.ed. São Paulo: IBRASA, 1999.
FURNHAM, Adrian. Linguagem corporal no trabalho. São Paulo: Nobel, 2001. Trad. de Márcia da C. N. Leme
GARCIA, Othon M. Comunicação em Prosa Moderna. 16.ed. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas, 1995.
GOLD, Mirian; SEGAL, Marcelo. Português Instrumental para cursos de Direito. São Paulo: Prentice Hall Brasil, 2007.
HINDLE, Tim. Como fazer apresentações. São Paulo: Publifolha, 1999. Série Sucesso Profissional. Trad. de César Taylor da Costa.
LEAL, José C. A arte de falar em público. 3.ed. Rio de Janeiro: Impetus, 2003.
LOBO, Nazildes S. Falar em público: experiência de mal-estar na trajetória profissional contemporânea. São Paulo: Escuta, 2003.
MANDEL, Steve. Como fazer uma apresentação perfeita: um guia prático para discursar melhor. Trad. de Nilza Freire. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002.
NADÓLSKIS, Hêndrikas; TOLEDO, Marlene Paula M. F. de. Comunicação Jurídica: orientação completa para a correta redação de textos jurídicos. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2006.
NOBREGA, Maria Helena da. Estratégias de Comunicação em Grupo: como se apresentar em eventos empresariais e acadêmicos. São Paulo: Atlas, 2007.
OLBRECHTS-TYTECA, Lucie; PERELMAN, Chaim. Tratado de Argumentação: a nova retórica. 6.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
PEASE, Allan; PEASE, Barbara. Desvendando os segredos da linguagem corporal. 2.ed. Rio de Janeiro: Sextante, 2005. Trad. Pedro Jorgensen Júnior.
POLITO, Reinaldo. Como falar corretamente e sem inibições. 108.ed. São Paulo: Saraiva, 2004.
PLUTARCO. Como ouvir. São Paulo: Martins Fontes, 2003. Trad. João Carlos C. Mendonça.
REBOUL, Olivier. Introdução à Retórica. São Paulo: Martins Fontes, 2000. Trad. de Ivone Castilho Benedetti.
ROBERT, Henri. O Advogado. São Paulo: Martins Fontes, 2002. Trad. de Rosemary Costhek Abílio. Revisão da tradução: Eduardo Brandão.
SCHOCAIR, Nelson Maia. Português Jurídico: teoria e prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.
VIANA, Joseval Martins. Manual de Redação Forense e Prática Jurídica. 3.ed. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2010.

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância

Publicações