Entrevista com a Professora Daniela Monteiro Gabbay

Daniela Monteiro

PENSANDO NA PRINCIPAL MISSÃO DA ESCOLA, QUE É FORMAR ALUNOS QUE CONTRIBUAM EFETIVAMENTE PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS, COMO VOCÊ DESCREVE O TRABALHO DA CLÍNICA DE MEDIAÇÃO E FACILITAÇÃO DE DIÁLOGOS?

Considerando que o acesso e a confiança na Justiça são indispensáveis ao desenvolvimento do país, considero que a grande contribuição da Clínica é mostrar que existe uma alternativa mais rápida, barata e segura de solução de conflitos. Como são as próprias partes que estão envolvidas no processo, há uma maior certeza e maior aceitação em relação aos resultados produzidos.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS DESAFIOS ENFRENTADOS PELA CLÍNICA?

Sendo uma clínica de prática real, a participação dos alunos é fundamental. Eles tem contato com caso reais, participam da Rede Social Bela Vista, dialogam com os principais líderes comunitários e estão envolvidos em um processo de educação extremamente importante. Esse trabalho traz, como principal conseqüência, um sentimento de pertencimento ao bairro e um conhecimento mais profundo da região na qual eles passam 5 anos estudando.

O principal desafio é, portanto, sensibilizar os alunos a fazer um movimento de dentro para fora da Clínica, levando um conhecimento útil e necessário para a população.

Outro desafio está na mudança de mentalidade para que a mediação seja um importante meio de solução de conflitos. A idéia é enfatizar que nem sempre o litígio judicial é a primeira ou a única forma adequada para se resolver um conflito.

JÁ É POSSÍVEL APONTAR RESULTADOS CONCRETOS DOS TRABALHOS DA CLÍNICA DE MEDIAÇÃO E FACILITAÇÃO DE DIÁLOGOS?

O resultado mais visível é a inserção da Clinica de Mediação e Facilitação de Diálogos na Rede Social Bela Vista. Há dois anos, a Clínica participa desta rede de pessoas dispostas a pensar os problemas do bairro, sendo reconhecida como parte desta Rede Social.

Um segundo resultado é que aumentou o contato mais direto dos alunos com a comunidade, por meio da participação nos mutirões, nas sessões de pré-mediação, nos atendimentos e em todo o trabalho de educação sobre os benefícios da mediação. Para isso, os alunos prepararam uma cartilha educativa sobre os benefícios da mediação, com ampla aceitação e entendimento pelo público. É nessa participação nos mutirões e na abordagem dos alunos junto aos moradores do bairro que se vê. na prática. os resultados do trabalho.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede