Duração do curso
5 anos
Período de inscrição
26/06 - 05/01/2024
Início
19/02/2024
Inscrição Vestibular e Vestibular DSD: até 20/10/2023
Processo seletivo FGV Direito SP

O processo seletivo da FGV Direito SP é composto por quatro modalidades – Vestibular Nacional, Vestibular por Demanda Social e Diversidade (DSD), Vestibular Internacional e Enem – e segue princípios semelhantes aos que orientaram a montagem do curso. Foram excluídas as disciplinas de física, química e biologia e, em contrapartida, é exigido conhecimento em artes plásticas, cinema, música e literatura nacional e estrangeira, além de redação, língua portuguesa, história, geografia, matemática e inglês. A segunda fase do processo seletivo corresponde a um exame oral, realizado em pequenos grupos de alunos que devem debater o tema proposto pelos examinadores. Nessa fase, pretende-se avaliar habilidades, tais como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras.

Alunos e alunas da Graduação no Espaço de Convivência da FGV Direito SP

Graduação em Direito

Informações básicas

A FGV Direito SP oferece 120 vagas para a Graduação em Direito: 94 pelo Vestibular Nacional, 12 pelo Vestibular por Demanda Social e Diversidade (Vestibular DSD), 8 pelo Enem e 6 pelo Vestibular Internacional. As inscrições serão aceitas exclusivamente pela internet, no site https://vestibular.fgv.br/cursos/sao-paulo/direito, onde o candidato encontrará o edital e demais informações sobre o processo seletivo.

Informações sobre o curso de Graduação (Vestibular)

direitosp@fgv.br

Vestibular Nacional

O Processo Seletivo – Vestibular Nacional - é composto por duas fases.

A primeira fase consiste em provas de língua portuguesa, redação, língua inglesa, artes e questões contemporâneas, matemática, geografia e história.

Não há conteúdos de química, física e biologia. A primeira fase do vestibular pretende examinar as seguintes capacidades:

1. Leitura e compreensão de textos

2. Produção de textos adequados às diferentes necessidades e circunstâncias, sendo avaliada a coerência, a clareza, a precisão lexical e a argumentação exaustiva

3. Observação e interpretação de documentos, tais como textos, mapas, gravuras, pinturas, caricaturas e gráficos

4. Raciocínio, argumentação e crítica

5. Análise e síntese

6. Habilidade em diagnosticar situações e propor formas de intervenção

7. Utilização do conhecimento para compreender o mundo em que vive.

A segunda fase é composta por um exame oral, realizado em pequenos grupos, que devem debater o tema proposto pelos examinadores. Nesta etapa são avaliadas habilidades como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras.

Vestibular por Demanda Social e Diversidade

O Processo Seletivo – Vestibular por Demanda Social e Diversidade (Vestibular DSD) - é composto por duas fases.

primeira fase consiste em provas de língua portuguesa, redação, língua inglesa, artes e questões contemporâneas, matemática, geografia e história.

Não há conteúdos de química, física e biologia. A primeira fase do vestibular pretende examinar as seguintes capacidades:

1. Leitura e compreensão de textos

2. Produção de textos adequados às diferentes necessidades e circunstâncias, sendo avaliada a coerência, a clareza, a precisão lexical e a argumentação exaustiva

3. Observação e interpretação de documentos, tais como textos, mapas, gravuras, pinturas, caricaturas e gráficos

4. Raciocínio, argumentação e crítica

5. Análise e síntese

6. Habilidade em diagnosticar situações e propor formas de intervenção

7. Utilização do conhecimento para compreender o mundo em que vive.

segunda fase é composta por um exame oral, realizado em pequenos grupos, que devem debater o tema proposto pelos examinadores. Nesta etapa são avaliadas habilidades como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras.

Vestibular Internacional

O Processo Seletivo – Vestibular Internacional é feito com base nos resultados do International Baccalaureate Diploma Programme (IB), ABITUR, Baccauléarat (BAC) e Scholastic Aptitude Test (SAT). Podem participar candidatos brasileiros e estrangeiros que tiverem realizado, em qualquer uma das edições dos últimos dois anos, um desses exames, e tiverem atendido a pontuação prevista no edital do processo seletivo vigente.

A segunda fase é composta por um exame oral, realizado em pequenos grupos que devem debater o tema proposto pelos examinadores, onde se pretende avaliar habilidades, tais como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras.

Enem

O Processo Seletivo Nacional – Enem é realizado em duas fases.

A primeira fase consiste no aproveitamento de notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A classificação dos candidatos é realizada com base nas notas fornecidas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação (INEP/MEC).

A segunda fase é composta por um exame oral, realizado em pequenos grupos que devem debater o tema proposto pelos examinadores, onde se pretende avaliar habilidades, tais como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras.

Dupla Graduação em Direito e Administração

O aluno ou aluna que pretende cursar a dupla graduação deve se submeter às provas gerais do Vestibular FGV e às provas específicas de cada curso que compõem sua opção (Direito e Administração de Empresas ou Direito e Administração Pública). 

Informações básicas

A FGV Direito SP e a Escola de Administração (EAESP) da FGV oferecem ao todo 12 vagas para a Dupla Graduação em Direito e Administração de Empresas ou Direito e Administração Pública, sendo:

Direito e Administração de Empresas:

4 vagas pelo Vestibular Nacional e 2 vagas pelo ENEM

Direito e Administração Pública:

4 vagas pelo Vestibular Nacional e 2 vagas pelo ENEM

Informações sobre o curso de Dupla Graduação (Vestibular)

direitosp@fgv.br

Vestibular

O Processo Seletivo – Vestibular Nacional - é composto por duas fases diferentes para cada modalidade de dupla graduação escolhida.

Para o curso de Direito e Administração de Empresas, a primeira fase é composta de  provas discursivas de redação, artes e questões contemporâneas, matemática, história, geografia e língua portuguesa; e provas objetivas de língua portuguesa, língua inglesa, matemática, história e geografia.

Para o curso de Direito e Administração Pública, a primeira fase é composta de provas discursivas de redação, artes e questões contemporâneas, história, geografia e língua portuguesa; e provas objetivas de língua portuguesa, língua inglesa, matemática, história e geografia.

Já a segunda fase do Vestibular para Direito e Administração de Empresas e Direito e Administração Pública é composta por dois exames orais com características diferentes para cada curso. O exame oral da FGV Direito SP é realizado em pequenos grupos de alunos que devem debater o tema proposto pelos examinadores. Nessa fase, pretende-se avaliar habilidades, tais como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras. Já o exame oral realizado pela Escola de Administração (EAESP) tem como objetivo avaliar três aspectos: a capacidade de argumentar e justificar a escolha vocacional; habilidades analíticas manifestadas oralmente pelo candidato; e capacidade de iniciativa apresentada pelo candidato na entrevista vinculada a três dimensões: capacidade do candidato de influenciar o meio em que atua, de interagir com novas experiências sociais e, ainda, de exercer plenamente sua autonomia nas organizações, respeitando as posições dos demais indivíduos.

ENEM

O Processo Seletivo Nacional – Enem é composto por duas fases.

primeira fase consiste no aproveitamento de notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A classificação dos candidatos é realizada com base nas notas fornecidas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação (INEP/MEC).

Já a segunda fase é composta por dois exames orais com características diferentes para cada curso. O exame oral da FGV Direito SP é realizado em pequenos grupos de alunos que devem debater o tema proposto pelos examinadores. Nessa fase, pretende-se avaliar habilidades, tais como a capacidade de trabalhar em grupo, de expressar-se oralmente, de argumentar de maneira fundamentada, propor soluções consistentes, entre outras. Já o exame oral realizado pela Escola de Administração (EAESP) tem como objetivo avaliar três aspectos: a capacidade de argumentar e justificar a escolha vocacional; habilidades analíticas manifestadas oralmente pelo candidato; e capacidade de iniciativa apresentada pelo candidato na entrevista vinculada a três dimensões: capacidade do candidato de influenciar o meio em que atua, de interagir com novas experiências sociais e, ainda, de exercer plenamente sua autonomia nas organizações, respeitando as posições dos demais indivíduos.

Acesse mais informações sobre o Processo Seletivo FGV Direito SP

Oportunidades de carreira

O profissional graduado em Direito possui uma ampla área de atuação, como escritórios de advocacia, empresas e consultorias. Essa formação plural também é muito requisitada no exterior, destino de muitos alunos da FGV Direito SP.

O que é Direito?

Direito é um conjunto de regras que disciplina diversas dimensões de nossas vidas. Todos nós, na posição de pai, filho, herdeiro, empresário, proprietário, consumidor, empregado, contribuinte, cidadão, entre outras, temos direitos e deveres. O próprio Estado brasileiro, de acordo com nossa Constituição de 1988, deve obediência a regras jurídicas. Quando falamos em Direito, estamos falando do mundo das leis e da justiça, e o profissional do Direito deve ser qualificado não apenas para orientar dentro deste complexo emaranhado de normas ou para ajudar a resolver conflitos, mas também para, junto com economistas, administradores, cientistas políticos, sociólogos etc., imaginar e propor intervenções legislativas que enfrentem os principais problemas brasileiros.

O bacharel em Direito possui um dos mais amplos leques de atuação profissional. No setor público e no setor privado, há uma grande quantidade de profissões jurídicas típicas que só podem ser exercidas por quem possui diploma em Direito. No setor público, destacam-se as atividades de juiz, promotor de justiça e advogado de entes estatais. No setor privado, a advocacia ganhou nos últimos tempos áreas de atuação cada vez mais especializadas, tanto no âmbito nacional quanto internacional. Além destas atividades típicas, o profissional do Direito é cada vez mais solicitado para atuar em outros campos, como diplomacia, mediação e arbitragem, assessoria política, consultoria empresarial, jornalismo etc. Recentemente, a demanda por profissionais de formação jurídica passou a ser expressiva também em organizações internacionais e não-governamentais, relacionadas ao meio ambiente, aos direitos humanos, à educação, à proteção do consumidor, entre outros. Veja abaixo algumas oportunidades de carreira no Direito.

Inserção internacional

Assessoria a organismos Internacionais

Direitos da Pessoa Humana

Representações Diplomáticas

Arbitragem Internacional

Universidades

Pesquisador

Professor

Carreira pública

Ministério Público Federal e Estadual

Procuradoria Estadual e Municipal

Magistratura

Delegacia de Polícia

Advocacia-Geral da União

Defensoria Pública

Sistema Financeiro

Bolsas de Valores

Corretoras

Bancos

Sociedade Civil/Estados

Agências Reguladoras

OSCIPS

ONGs

Órgãos de governo

Espaço Empresarial

Assessoria Empresarial

Empresas

Sindicatos

Escritório de Advocacia

De grande, médio ou pequeno porte, os escritórios de advocacia atendem demandas de diferentes áreas do Direito e podem se especializar no atendimento a áreas específicas. Veja abaixo uma lista com algumas das áreas do Direito existentes:

Arbitragem

Direito administrativo

Direito ambiental

Direito bancário

Direito civil

Direito constitucional

Direito contratual

Direito do consumidor

Direito econômico

Direito de família e sucessões

Direito financeiro

Direito global

Direitos humanos

Direito imobiliário

Direito do mercado de capitais

Direito penal

Direito processual

Direito de propriedade

Direito securitário

Direito societário

Direito da tecnologia da informação

Direito trabalhista e previdenciário

Direito tributário

Moradia para quem vem de fora de São Paulo

A FGV em São Paulo conta com uma parceria com a Uliving, empresa de moradias estudantis que oferece moradias modernas, bem localizadas e seguras a estudantes de fora de São Paulo que ingressam na FGV Direito SP e buscam um local para se instalarem na capital paulista.

Saiba mais em FGV e Uliving - Conheça a moradia oficial da FVG

 

Perguntas Frequentes

1.
Como é o Vestibular da Graduação da FGV Direito SP?

O vestibular da FGV Direito SP segue princípios semelhantes aos que orientaram a montagem do curso.

A primeira fase é composta por questões analítico-expositivas, das seguintes disciplinas: Redação, Língua Portuguesa, Inglês, Geografia, História, Matemática, Artes e Questões Contemporâneas. O conteúdo programático das provas da primeira fase foi bastante reduzido em relação aos vestibulares tradicionais para priorizar a avaliação da capacidade argumentativa do aluno e não a memorização de uma grande quantidade de informações.

A segunda fase consiste em um exame oral que será realizado em pequenos grupos, a fim de debater uma situação-problema proposta pelos examinadores.

 

2.
O que será avaliado na primeira fase do processo seletivo da Graduação?

A primeira fase do processo seletivo pretende examinar as seguintes capacidades:

1) Leitura e compreensão de textos;

2) Produção de textos adequados às diferentes necessidades e circunstâncias, fazendo uso de recursos expressivos e retóricos, tais como coerência, clareza, precisão lexical e argumentação exaustiva;

3) Observação e interpretação de esculturas, gravuras, pinturas, caricaturas e gráficos;

4) Reflexão sobre a linguagem musical e poética de um repertório próximo de sua experiência cotidiana;

5) Raciocínio, argumentação e crítica;

6) Análise e síntese;

7) Habilidade em diagnosticar situações e propor formas de intervenção;

8) Utilização do conhecimento para compreender o mundo em que vive.

 

3.
Como posso me preparar para a prova de artes e questões contemporâneas do processo seletivo?

Essa prova tem por objetivo de selecionar candidatos capazes de articular um olhar crítico sobre a realidade. Para isso, é avaliada a capacidade de realizar leituras consistentes sobre diferentes objetos e linguagens nos campos da arte e da cultura. No caso de literatura, mais do que o conhecimento sobre estilos de época ou informações gerais sobre movimentos literários, é esperado que o candidato apresente não somente a leitura crítica de textos fundamentais. Espera-se, ainda, a demonstração de competências analítica, comparativa e interpretativa, relacionando a significação das obras com o contexto histórico e social em que elas estão inseridas.

Neste ano foi introduzida uma inovação de conteúdo relacionada às questões contemporâneas. No novo repertório - que envolve abordagens sociológicas, filosóficas e culturais, usualmente também denominado de humanidades - focalizou-se em dois grandes temas contemporâneos: globalização e transição da modernidade para a pós-modernidade. O objetivo é exigir do candidato mais do que a leitura e domínio conceitual dos textos. Espera-se, sobretudo, a capacidade de articulação das questões contemporâneas em suas diversas abordagens, sejam elas morais, políticas, filosóficas, culturais ou sociológicas, com o repertório artístico e literário que também compõe este exame. Deste modo, o candidato deverá estabelecer vínculos críticos e analíticos entre expressões artísticas e processos sociais de sua época.

A organização do programa delimita algumas obras fundamentais dos séculos XX e XXI, tanto internacionais quanto brasileiras. Indica, ainda, bibliografia e sites, atendendo a duas finalidades básicas: permitir ao candidato o contato com uma produção artística significativa, ainda que pouco extensa; e orientá-lo no estudo, visto que a exigência dos conteúdos aqui indicados é, em certa medida, inédita.

4.
Como posso me preparar para a 2ª fase do processo seletivo, composta por Exame Oral?

O Exame Oral será a oportunidade de o candidato demonstrar, entre outras coisas, sua capacidade de expressão oral, através da abordagem da situação-problema proposta. Algumas habilidades que serão exigidas no exame oral, já expostas acima, devem ter sido desenvolvidas ao longo de toda a trajetória educacional do candidato.

5.
Como conheceremos o tema a ser debatido no Exame Oral do processo seletivo da Graduação da FGV Direito SP?

A situação-problema e respectivas teses serão conhecidas pelos candidatos no início do exame oral. Haverá temas distintos para diferentes datas e horários de aplicação do Exame.

6.
O que o Exame Oral pretende avaliar?

O Exame Oral avalia essencialmente a capacidade do candidato de enfrentar situações-problema e buscar soluções eficientes e oportunas para elas, levando-se em consideração a trajetória biográfica dos/as candidatos/as.

Nesta fase são aferidos o domínio da linguagem oral, as capacidades analítica, de formulação e defesa de argumentos pertinentes, a contribuição e interação em menores e maiores grupos, assim como sua liderança e/ou reconhecimento de lideranças legítimas.

7.
Por que há Exame Oral no processo seletivo da Graduação?

A FGV Direito SP, depois de um longo processo de discussão a respeito, concluiu que um processo seletivo deve procurar conhecer o aluno da maneira mais abrangente possível. Uma prova exclusivamente escrita não tem como aferir uma série de habilidades que a escola valoriza. O Exame Oral, neste sentido, permite avaliar características que escapam de uma prova exclusivamente escrita.

8.
Quais serão os locais de realização das provas?

Acesse o edital do processo seletivo e veja os locais de prova em Vestibular FGV l Estude com quem é referência

9.
Qual é o calendário do processo seletivo?

Acesse o edital do processo seletivo e conheça o calendário em Vestibular FGV l Estude com quem é referência

10.
Qual o tempo de duração das provas no processo seletivo da Graduação?

Acesse o edital do processo seletivo e veja os horários das provas em Vestibular FGV l Estude com quem é referência

11.
Quantas vagas são oferecidas para a Graduação?

Acesse o edital do processo seletivo e saiba a quantidade de vagas em Vestibular FGV l Estude com quem é referência