Desigualdade social e trabalho em plataformas: como resolver essa equação?

Desigualdade social e trabalho em plataformas: como resolver essa equação?

O Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (CEPI) da FGV Direito SP reúne especialistas para discutir as principais questões regulatórias e econômicas envolvendo a proteção e a seguridade social de quem trabalha em plataformas digitais. A proposta é identificar quais seriam possíveis instrumentos e soluções, dentro e fora do Direito, para remediar desigualdades sociais.

O evento faz parte do projeto “Futuro do trabalho e gig economy: questões regulatórias sobre tecnologia e proteção social”, desenvolvido no âmbito da colaboração entre o CEPI e o iFood para fomentar o debate público sobre o futuro do trabalho.

O evento será transmitido ao vivo pelo Canal da FGV no YouTube.

 

 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE

 

 

Programação:

10h  – Abertura

10h05 – Por que falar de desigualdade social e futuro do trabalho? Alguns dados e provocações a partir da pesquisa "Futuro do trabalho e gig economy: questões regulatórias sobre tecnologia e proteção social”

10h15 – Painel com convidados

Carolina Tupinambá, advogada, professora da UERJ, doutora em Direito do Trabalho e Seguridade Social pela USP e pós-doutora em Democracia e Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra.

Diogo Coutinho, professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), master in science (MSc) em Regulação pela London School of Economics and Political Science (LSE, Londres), doutor em Direito pela USP e livre-docente em Direito Econômico (USP). Foi professor visitante do Center for Transnational Legal Studies (CTLS) e pesquisador do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), do Institute for Global Law and Politics (IGLP) de Harvard e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Coordena o grupo de pesquisas Direito e Políticas Públicas na Faculdade de Direito da USP.

Renan Kalil, procurador do Trabalho em São Bernardo do Campo e doutor em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Foi pesquisador visitante (visiting researcher) na Harvard Law School (2017-2018). É integrante do Grupo de Trabalho Digital da Rede de Monitoramento da Reforma Trabalhista (REMIR) e do Grupo de Estudos Impactos das Novas Morfologias do Trabalho sobre a Vida dos Trabalhadores do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP).

Moderação:
Ana Carolina Rodrigues, pesquisadora do Projeto Gig Economy e Futuro do Trabalho do Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (CEPI) da FGV Direito SP. Graduada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), alumni da V Escola de Governança da Internet (EGI.br), youth fellow da Internet Society (ISOC) no LACIGF e no IGF 2018, co-fundadora do SP Legal Hackers e membro do Global Shapers (WEF). 

11h - Debate


 

Realização:

Apoio:

 

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.