FGV Direito SP divulga vencedores do Prêmio Esdras de Ensino do Direito

03/07/2018[Atualizado em: 03/07/2018 - 12:16]

O vencedor da 2ª edição do Prêmio Esdras Borges Costa de Ensino do Direito da FGV Direito SP é o professor Caleb Salomão Pereira, da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). O trabalho vencedor, que receberá um prêmio de R$ 5.000,00, é o Projeto Constituição no Concreto: Identificação de demanda para fins de intervenção socioconstitucional.

Receberam menções honrosas as professoras Aline Marques Marino, da Universidade Federal De Itajubá (Unifei), com o Projeto Empreender Direito; Ana Carolina Figueiró Longo, do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), com o Projeto Orçamento Público e Direitos Sociais; e Tássia Aparecida Gervasoni, da Faculdade Meridional (IMED), com o Projeto Construindo um Estado. Tanto o projeto vencedor quanto os projetos que receberam menções terão suas atividades inseridas no Banco de Materiais de Ensino Participativo, mantido pela FGV Direito SP.

Os contemplados foram selecionados após avaliação pelos membros da Comissão Julgadora do Prêmio Esdras, por meio de blind review dos materiais encaminhados.

Além dos premiados, foram finalistas os seguintes inscritos:

Ana Lucia Pretto Pereira, do Centro Universitário do Brasil (Unibrasil), com o Projeto Estudos de Casos Jurídicos;
André Luis Pontarolli, da Uniopet, com o Projeto Documentário Criminológico: Conhecendo a Realidade dos Excluídos;
Bárbara Silva Costa (Org.) e Leonel Severo Rocha, do Centro Universitário Ritter dos Reis (Uniritter) – vínculo até dezembro de 2017, com o Projeto O Caso da Filha Homicida;
Ítalo José Da Silva Oliveira. (Org) e Gustavo Just da Costa e Silva, da Universidade Federal de Pernambuco, com o Projeto Oficina Das Minutas;
João Aparecido Bazzoli, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), com o Projeto Nós Propomos;
Pedro Alves Lavacchini Ramunno, da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie e do Insper, com o Projeto Caso Azul S.A.: As Ações "Superpreferenciais";
Rogerio do Nascimento Carvalho, da Unicaldas - Faculdade De Caldas Novas, com o Projeto Pensamento Livre dos Acadêmicos do 6º Período de Direito da Unicaldas 2017/2;
Uipirangi Franklin da Silva Câmara, do Centro Universitário UNIOPET, FAEL e Faculdade Cristã de Curitiba, com o Projeto Jogo Sociológico: O Crime De Camurupá.

Conforme prevê o edital do Prêmio Esdras, a Comissão Organizadora entrará em contato com os vencedores para definir os detalhes da entrega da premiação. Os responsáveis por materiais indicados para publicação também serão contatados para preparar o material para publicação no Banco de Materiais de Ensino Participativo.

O Prêmio Esdras foi criado em 2014 pela FGV Direito SP para dar visibilidade, ampliar a repercussão e facilitar acesso a materiais didáticos que privilegiem o protagonismo do aluno dentro do processo de ensino e aprendizagem do Direito, além de incentivar docentes e instituições de ensino a experimentar, divulgar e debater experiências concretas de ensino jurídico participativo e contribuir para a constante qualificação do ensino jurídico no país.

Acesse a LISTA DE VENCEDORES da 2ª edição do Prêmio Esdras.

Saiba mais sobre o Prêmio Esdras

Comentários

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede