FGV Direito SP e NIC.br oferecem cursos e seminários gratuitos sobre Direitos Humanos na internet

02/07/2020

A súbita adoção da quarentena e o aumento de atividades online provocaram uma explosão de violações de direitos humanos típicas do ambiente virtual, como cyberbullying, ataques de hackers a aplicativos, uso não autorizado de imagens, discurso de ódio e outros.

O Centro de Pesquisa e Ensino e Inovação (CEPI) da FGV Direito SP e o NIC.br disponibilizaram 12 cursos sobre os mais variados temas de direitos humanos da internet, desde segurança e proteção de dados pessoais até como lidar com discurso de ódio. Mais 4 cursos serão oferecidos até julho, todos gratuitos e interativos. A participação em cada curso dá direito a uma declaração de carga horária de 4 a 5 horas.

Os programas estão inteiramente disponibilizados no site da FGV Educação Executiva.

O público-alvo inicial são educadores e estudantes, mas o programa é aberto a qualquer cidadão que procure informação e análises. “Há uma parte introdutória de cada tema, depois um trecho destinado a adolescentes e, ao final, um complemento aos educadores”, explica Guilherme Forma Klafke, líder do projeto e pesquisador do CEPI.

Webinars

O conjunto de cursos é o resultado do Projeto de Formação em Educadores em Direitos Humanos Digitais. Para comemorar a consolidação do projeto, em 6, 8 e 10 de julho as instituições promoverão seis webinars gratuitos no canal de Youtube da FGV para tratar de alguns temas trabalhados nos cursos.

As conversas serão realizadas com especialistas e abordarão questões de direitos humanos digitais na relação de jovens e internet. Elas terão como público-alvo principalmente educadores, mas estarão abertas para qualquer pessoa interessada em discutir a educação de adolescentes e adultos para o uso consciente, seguro e responsável da internet.

Para se inscrever na série de webinars, acesse AQUI

Sobre o projeto

O Projeto de Formação em Educadores em Direitos Humanos Digitais começou em janeiro de 2019, numa parceria entre o CEPI e o NIC.br. Desde então, já contou com mesas em eventos, produção dos cursos online, publicações e oficinas de formação docente. Cerca de 5 mil pessoas já completaram as formações antes do lançamento oficial, com satisfação de quase 95%.

As telas do curso foram desenvolvidas por Guilherme Klafke, Stephane Lima e Tatiane Guimarães, pesquisadores do CEPI; as apostilas de conteúdo foram desenvolvidas por Jéssica Botelho e César Machado de Morais; a coordenação da equipe ficou sob responsabilidade de Marina Feferbaum (CEPI) e Kelli Angelini (NIC.br); e a produção dos cursos foi realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional da FGV, por meio da FGV Soluções.

Para entender as principais questões e necessidades na elaboração dos cursos, oficinas foram realizadas com docentes de instituições que abriram suas portas ao projeto: Instituto Singularidades, Colégio Miguel de Cervantes e EMEF Almirante Ary Parreiras, em São Paulo.

Cursos já disponíveis - Clique e acesse a página de inscrições

Imagem e Direitos na Web

Superexposição na internet

Saúde física e mental na internet

Proteção de dados

Segurança Digital

Ofensas e Ódio na Internet

Liberdade de Expressão

Intimidade na Internet

Democracia Digital

Dados para o Bem

Cyberbullying

Acesso à Informação

Cursos que serão disponibilizados em julho

Publicidade e consumo na web

Exploração e abusos na internet

Inclusão online

Termos de uso

 

Comentários

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.
To prevent automated spam submissions leave this field empty.

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede