Notícias

FGV Direito SP cria Programa de Extensão e institui Conselho de Relações com a Comunidade

Conselho de Relações com a Comunidade é colegiado responsável pela avaliação, validação, acompanhamento de projetos e atividades extensionistas e também responsável por apontar aspectos a serem aperfeiçoados no programa no decorrer dos próximos anos.

A FGV Direito SP instituiu, neste mês, seu Programa de Extensão, cujo objetivo é concretizar o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão (artigo 207 da Constituição Federal), em atendimento às Diretrizes para Extensão na Educação Superior Brasileira estabelecida na Resolução CNE/CES nº 7 e Resolução CNE/CES nº 01/2020.

O programa é resultado da construção coletiva de uma comissão composta por representantes de todos os programas da escola, que elaborou, ao longo do ano de 2021, um regulamento de extensão válido para toda a comunidade da FGV Direito SP, destinado a organizar atividades e projetos já existentes no âmbito da escola, além de fomentar novas ações envolvendo toda a comunidade interna, promovendo maior integração com os discentes dos programas de Graduação, Mestrado Profissional, Mestrado e Doutorado Acadêmico, FGV LAW e outras escolas da comunidade FGV. 

O regulamento também organiza um canal de comunicação com a comunidade externa para fortalecer o diálogo entre sociedade e universidade. Para tanto, o Programa de Extensão previu a criação da Coordenadoria Adjunta de Extensão e Relações com a Comunidade, cujas gestoras são Cassia Nakano Hirai e Luciana Marin Ribas. A coordenadoria contará com o Conselho de Relações com a Comunidade, colegiado responsável pela avaliação, validação, acompanhamento de projetos e atividades extensionistas e também responsável por apontar aspectos a serem aperfeiçoados no programa no decorrer dos próximos anos. Este conselho contará com representantes dos programas da FGV Direito SP, discentes, docentes e membros externos, promovendo a pluralidade de ideias e servindo como espaço horizontal de sinergia entre ensino, pesquisa e sociedade.

O Programa de Extensão conta com projetos permanentes de extensão e atividades acadêmicas de extensão, que serão contabilizados para atendimento da carga horária obrigatória de extensão aos estudantes da Graduação que ingressarão a partir de 2023, e são desenvolvidos em três principais eixos: (i) formação, (ii) prestação de serviços e (iii) difusão. Neste sentido, a extensão da FGV Direito SP foi idealizada para promover a formação integrativa dos discentes com a sociedade, promover a prestação de serviços de impacto social e divulgar o conhecimento por meio da publicação dos materiais produzidos na Biblioteca Digital da FGV, que já conta com alguns materiais elaborados em semestres anteriores.

Cassia Hirai sinaliza o potencial que o Programa de Extensão possui, valorizando atividades já realizadas no âmbito da escola, como as Clínicas de Práticas Jurídicas. “A exigência regulatória deu à FGV Direito SP a oportunidade de identificar, sistematizar e aprimorar as iniciativas de extensão já existentes em seus programas na forma de clínicas, projetos e ações, inseridas ou não em disciplinas, organizando-as em torno de uma visão comum, alinhada à missão da escola”, afirma. No mesmo compasso, Luciana Ribas acredita que as atividades de extensão permitem aos estudantes vivenciarem de fato problemas complexos e concretos e relacioná-los com aquilo que é desenvolvido na sala de aula. “A extensão viabiliza a preparação para o mercado de trabalho, mas acima de tudo a formação cidadã, permitindo aos estudantes compreenderem seu papel dentro da sociedade na qual fazem parte”, diz.

Conheça mais sobre o Programa de Extensão e acesse o regulamento.