Prêmio Esdras de Ensino do Direito

Como forma de reconhecer práticas de ensino jurídico participativo em todo o país, a FGV Direito SP lança a 3ª Edição do Prêmio Esdras Borges Costa de Ensino do Direito.

Regulamento do Prêmio

Edital Prêmio Esdras

O Prêmio Esdras destina-se a professores que lecionam disciplinas jurídicas em cursos de Direito ou disciplinas jurídicas em cursos de outras áreas de conhecimento no Brasil, tanto de graduação quanto de pós-graduação ou em cursos de curta duração oferecidos por Instituição de Ensino Superior -IES. O prêmio abrange qualquer atividade de ensino participativo que tome o aluno como o principal agente da sua própria aprendizagem.

Como forma de reconhecer o bom trabalho desempenhado Brasil afora, a cada edição do Prêmio Esdras há diversas premiações para as melhores atividades.

Nesta 3ª edição, o prêmio principal será de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e haverá premiações com placa de menção honrosa às atividades de destaque. Além dessas homenagens, a Comissão Julgadora poderá indicar atividades para inclusão no Banco de Materiais de Ensino Jurídico Participativo.

Com isso, visamos prestigiar os autores e, ao mesmo tempo, ajudar a divulgar essas práticas para que outros possam aplicar as atividades em seus cursos ou utilizá-las como inspiração para um ensino mais participativo.Como forma de reconhecer práticas de ensino jurídico participativo em todo o país, a FGV Direito SP lança a 2ª Edição do Prêmio Esdras Borges Costa de Ensino do Direito.

 

NOSSOS OBJETIVOS

O Prêmio Esdras tem por objetivo fortalecer a metodologia de ensino de cursos jurídicos que adotam o protagonismo do aluno como base de todo o processo de aprendizagem, por meio da identificação de experiências semelhantes em outras instituições de ensino de Direito no Brasil. Pretendemos criar um círculo virtuoso no ensino jurídico brasileiro, que coloque a reflexão sobre as práticas docentes dentro e fora da sala de aula no foco da discussão.

Por meio do Prêmio Esdras, intensificamos a nossa atuação para aumentar a qualidade do ensino jurídico brasileiro. Acreditamos que podemos atingir um patamar mais qualificado por meio do incentivo à adoção de métodos de ensino inovadores, que apresentem uma alternativa ao modelo tradicional de aula expositiva e mostrem que os alunos são os principais agentes da sua própria aprendizagem.

Os objetivos específicos do Prêmio Esdras são:

I. Incentivar professores de instituições em todo o país a experimentar, publicar e discutir práticas concretas de ensino jurídico participativo;

II. Dar visibilidade às práticas de ensino jurídico participativo, facilitando a sua disseminação por meio de digital;

III. Contribuir para a melhoria do ensino jurídico no país por meio da difusão de boas práticas de ensino.

IV. Estimular a inovação no ensino jurídico, inclusive por meio de metodologias participativas criativas, uso de novas tecnologias, e definição de objetivos de ensino relevantes ao contexto social.

cOMO PARTICIPAR 

Conte-nos a sua experiência de atividade desenvolvida com base no ensino participativo, desde a concepção dos objetivos e passos da dinâmica até a interação com os alunos e os resultados obtidos.

Preencha o FORMULÁRIO ONLINE

 

DICAS

Assista aos vídeos abaixo com dicas sobre o Prêmio Esdras e como participar.

José Garcez Ghirardi, professor da FGV Direito SP

Neste vídeo, o professor José Garcez Ghirardi convida professores de direito de todo o país a participarem do Prêmio Esdras de Ensino do Direito. 

Emerson Fabiani, coordenador executivo do GVlaw

Neste vídeo, o coordenador executivo do FGV Law, Emerson Fabiani, incentiva professores de direito a se inscreverem no Prêmio Esdras de Ensino do Direito e contribuírem de forma concreta para a transformação da realidade jurídica brasileira. 

Luciana Ribas, coordenação acadêmica do GVlaw

Neste vídeo, Luciana Ribas, da coordenação acadêmica do FGV Law, dá dicas de atividades de ensino participativo aptas a participar do Prêmio Esdras de Ensino do Direito.

Tathiane Piscitelli, professora da FGV Direito SP

Neste vídeo, a professora Tathiane Piscitelli fala sobre suas experiências em sala de aula compartilhadas no Banco de Materiais de Ensino Jurídico Participativo da FGV Direito SP. 

Caleb Salomão Pereira, da Faculdade de Direito de Vitória (FDV)

Entrevista com o vencedor da 2ª Edição do Prêmio Esdras 2ª edição


Quem foi Esdras Borges Costa

O professor Esdras Borges Costa, nascido em 18 de julho de 1929, foi um grande expoente das Ciências Sociais no Brasil e uma figura importante no processo de consolidação da metodologia de ensino participativo na FGV DIREITO SP.

Graduado em Ciências Políticas e Sociais pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, com pós-graduação em Sociologia na Universidade de Berkeley (EUA), Esdras Borges Costa lecionou na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, na Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas, dentre outras instituições. Foi sócio fundador do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP).

Desde 2002, o professor Esdras atuou intensamente como assessor para metodologia de ensino da FGV DIREITO SP, participando na organização de workshops sobre métodos de ensino, orientação na elaboração de materiais didáticos para o curso, acompanhamento dos docentes da instituição, dentre muitas outras atividades.

O nome que o professor empresta ao Prêmio é uma justa homenagem a quem tanto contribuiu para que um projeto baseado no ensino jurídico participativo pudesse surgir, consolidar-se, e agora se disseminar com vigor por todo o país.

 

EDIÇÕES ANTERIORES

2ª Edição (2017)

Resultado do Prêmio Esdras  – 2ª Edição

Edital Prêmio Esdras - 2ª Edição

1ª Edição (2014)

Resultado do Prêmio Esdras – 1ª Edição

Edital do Prêmio Esdras – 1ª Edição

Retificação do Edital do Prêmio Esdras – 1ª Edição
 

As atividades completas das iniciativas vencedoras nas edições passadas podem ser encontradas na Coleção Prêmio Esdras do Banco de Materiais de Ensino Jurídico Participativo.

 

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede