Policiamento preditivo: em defesa dos “verdadeiros positivos”

Edição: 
Revista DIREITO GV 35
Autor: 
Sabine Gless (Tradutores: Heloisa Estellita e Miguel Lima Carneiro)
Resumo (abstract): 

Tradução do texto:

GLESS, SABINE. PREDICTIVE POLICING – IN DEFENSE OF TRUE POSITIVES’. IN: BAYAMLIO LU, EMRE; BARALIUC, IRINA; JANSSENS, LIISA; HILDEBRANDT, MIREILLE (ED.). BEING PROFILED: COGITAS ERGO SUM. 10 YEARS OF PROFILING THEEUROPEAN CITIZEN, AMSTERDAM UNIVERSITY PRESS, 2018. P. 76-83.

 

Com a ascensão de programas de policiamento preditivo, atuações policiais enviesadas e encarceramentos discriminatórios têm se tornado mais comuns. A problemática decorrente do uso de algoritmos enviesados no policiamento denota a necessidade de ferramentas legais eficientes e capazes de manter a justiça no sistema penal. Para tanto, o uso de regras de inadmissibilidade de provas ilícitas para a proteção dos “verdadeiros positivos” apresenta-se como um remédio legal hábil contra as detenções injustas.

 

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede